PUBLICAR OU PERECER

UMA RODA DA FORTUNA

  • Vilson Rodrigo Diesel Rucinski PPGTE (UTFPR)
  • Tatiane Jaskiu da Silva
Palavras-chave: pesquisa, academia, produzir ccientífico

Resumo

Ao vivenciarmos o ambiente universitário, enquanto produtores ativos do saber e do conhecimento científico, fica evidente a pressão que tanto os docentes quanto os discentes sofrem para transformar suas pesquisas em publicações, no plural. Muito mais do que pesquisas profundas e relevantes para a área do conhecimento que o pesquisador atua, é cobrado que publiquem com frequência e em grandes quantidades. A partir dessa problemática, o presente artigo surgiu da angústia de tentar compreender esse cenário, para que desta reflexão surjam possíveis horizontes que provam o surgimento de novos e complexos saberes. Partindo de uma pesquisa teórica, este trabalho buscou conceituar o ato de pesquisar e seus possíveis auditórios para, então, discorrer sobre o tema tendo como cerce o jargão “publicar ou perecer. As (in)conclusões que despontam das discussões apresentadas demonstram um cenário desanimador e denunciam problemáticas que esvaziam a acadêmica da verdadeira pesquisa e materializam-se neste artigo em forma de autocrítica.

Publicado
2021-12-07
Seção
Artigos