Identificação e comparação das indústrias de madeiras engenheiradas do Brasil e Japão.

  • Elias Alves Elias Uniguaçu
  • bruna maidel Uniguaçu
Palavras-chave: Madeira Engenheirada, Madeira Massiva, Produção Industrial, Brasil, Japão.

Resumo

As emissões de CO2 estão entre as maiores preocupações com relação ao meio ambiente, sendo que que o CO2 é apontado como o maior responsável pelo aquecimento global. Assim, a construção civil está entre os maiores emissores de dióxido de carbono, visto que, utiliza grandes quantidades de concreto e aço, dentre outros materiais. Uma solução para a redução das emissões da construção civil é a utilização da madeira, já que ela absorve carbono ao longo do processo de crescimento das árvores. Para construir grandes edificações, a madeira massiva, tal como o MLC e o CLT são recomendados, devido ao seu grande potencial estrutural. A Europa foi a responsável pelo desenvolvimento do GLULAM e CLT, já o Brasil e o Japão começaram tardiamente o processo de fabricação. Este estudo pretende encontrar as ações e potenciais e a quantidade de fábricas existentes no Brasil e Japão que fabricam madeira emgenheirada a fim de fazer um paralelo entre a produções destes países. A pesquisa foi feita principalmente com informações de órgãos do governo e das fabricantes, com os resultados da pesquisa foi feita uma análise comparando os dados dos dois países e identificado que o que difere o incremento da produção de madeira engenheirada no Japão é o incentivo do governamental.

Publicado
2020-12-14