AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NO PACIENTE COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA AGUDIZADA

  • Camila Souza Uniguaçu
Palavras-chave: Fisioterapia. Avaliação. DPOC.

Resumo

A doença pulmonar obstrutiva crônica caracteriza-se por sinais e sintomas respiratórios associados à obstrução crônica das vias aéreas inferiores, geralmente em decorrência de exposição inalatória prolongada a material particulado ou gases irritantes. É uma causa frequente de morbidade e mortalidade mundialmente conhecida. O quadro clínico nas fases iniciais se assemelha aos sintomas atribuídos ao tabagismo, no qual a tosse e a presença de catarro são frequentes, sendo necessário para o diagnóstico, a correlação com a presença de obstrução ao fluxo aéreo na espirometria. Esse artigo tem como objetivo descrever as avaliações fisioterapêuticas no paciente com DPOC agudizado. O método utilizado trata-se de uma revisão de uma revisão bibliográfica, que consiste na busca sistematizada on-line de artigos científicos nas bases de dados do SCIELO e Google Acadêmico com os seguintes descritores: Avaliação fisioterapêutica no DPOC agudizado, sendo localizados 4.800 artigos com as palavras chaves, porém utilizados 08 que são relacionados ao tema por atenderem os objetivos deste estudo. Foram selecionados estudos publicados no período de 2006 a 2019. O resultado obtido é que os testes físicos funcionais são considerados essenciais na avaliação da capacidade de exercício, monitorar a efetividade do tratamento e estabelecer o prognóstico desses indivíduos, sendo eles confiáveis, de fácil realização, interpretação e baixo custo.

Publicado
2019-12-31