RELAÇÃO ENTRE TEMPO GASTO COM TECNOLOGIAS, EXERCÍCIOS FÍSICOS E COMPOSIÇÃO CORPORAL EM ADOLESCENTES

  • Rafael Gemin Vidal Centro Universitário Vale do Iguaçu
Palavras-chave: Tecnologias. Atividade Física. Doenças Crônicas. Obesidade.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo verificar se há relação entre tempo gasto com tecnologias, exercícios físicos e composição corporal em adolescentes. A amostra foi composta por 29 adolescentes, 17 do gênero feminino e 12 do masculino, com idades entre 15 e 18 anos, devidamente matriculados na instituição de ensino em que a pesquisa foi aplicada. Nos resultados identificou-se que a população permanece bastante tempo conectada aos meios tecnológicos, mas por outro lado são bastante ativos fisicamente, sendo que os meninos são mais ativos que as meninas. Em ambos os gêneros, o índice de sobrepeso é menor nos que são fisicamente ativos aos que não são e os que possuem sobrepeso ficam em mais tempo utilizando de tecnologias aos que possuem peso adequado e, além disso, os que praticam mais atividades físicas são os que menos tempo permanecem utilizando de meios tecnológicos. Não foi encontrado relação significativa do conjunto RCQ, exercícios físicos e tempo com tecnologias, porém sugere-se que mais estudos desse âmbito sejam realizados em populações maiores, a fim de evitar números crescentes de surgimento doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) e inclusive para programas de políticas públicas de promoção de saúde.

Publicado
2020-05-21