Meningite primária por Pseudomonas aeruginosa com apresentação semelhante a meningococcemia: um relato de caso

  • Lucas Marques Drumond Universidade José do Rosário Vellano
  • Marcelo Drey Gonçalves
  • Aragana Ferreira Bento Cardoso Leão
  • Sidney Marques Vieira
Palavras-chave: Palavras Chaves: Meningite; Pseudomonas aeruginosa; Comunicação Interventricular; Relato de caso

Resumo

Meningite é a inflamação das meninges, podendo ser causada por agentes infecciosos e não infecciosos. A primária, causada pela Pseudomonas aeruginosa -um bacilo Gram negativo, é rara. Por isso, torna-serelevante o caso de uma lactente de cinco meses, que desenvolveu meningite fulminante. A paciente, portadora de cardiopatia congênita, foi admitida no departamento de emergência com quadro de febre alta (Temperatura axilar - Tax- 39,7ºC), sufusões hemorrágicas nos membros inferiores, dispneia e arresponsividade. Ao exame físico, encontrava-se com estado geral grave, desnutrida, desidratada, arresponsiva, taquipneica com padrão respiratório irregular (não sendo possível aferir saturação de O2) apresentando fontanela anterior deprimida, hipotensa, com pulsos periféricos ausentes e pulsos centrais finos, extremidades finas e pálidas, perfusão capilar em 5 segundos e sopro cardíaco III/VI. Foi tratada inicialmente com medidas suportivas e ceftriaxonaendovenosa (EV), na hipótese de meningococcemia. Sem melhora hemodinâmica, foi transferida à Unidade de terapia intensiva (UTI). Evoluiu de forma grave sem resposta à terapêutica instituída, indo à óbito oito horas após a admissão. Em punção liquóricadiagnóstica post mortem houve crescimento de Pseudomonas aeruginosa (multissensível). Demonstrando um caso atípico e fatal de meningite, cuja apresentação clínica não era sugestiva de infecção por esse patógeno. Embora rara, a infecção por Pseudomonas pode ser considerada em pacientes com meningite primária grave.

Publicado
2020-05-21