LESÕES QUE MAIS ACOMETEM BAILARINOS NO BRASIL

uma abordagem da modalidade Jazz

  • Geovana Minikovski Uniguaçu
Palavras-chave: Bailarinos; Jazz; Lesões

Resumo

Devido à grande incidência de lesões em bailarinos, sentiu-se a necessidade de conhecer quais são as lesões que mais acometem os bailarinos no Brasil, especificamente na modalidade Jazz. Além disso entender os mecanismos dessas lesões, afim de reunir recursos para uma prática de dança Jazz mais saudável e menos lesiva, pois tendo esse conhecimento é possível manipular alguns dos aspectos que geram essas lesões, diminuindo assim o risco e proporcionando uma carreira mais duradoura aos bailarinos. Com isso o objetivo da presente pesquisa foi descobrir quais são as lesões mais frequentes em bailarinos da modalidade Jazz, realizando um comparativo entre gêneros, idades e tempo de experiência na modalidade. Tal pesquisa caracterizou-se como de campo, aplicada, quantitativa e descritiva, com amostra não probabilística intencional. Como instrumento de pesquisa foi elaborado um questionário, para ser respondido online, com perguntas abertas e fechadas. Para a aplicação do estudo, este foi encaminhado ao Núcleo de Ética e Bioética da Uniguaçu, e aprovado com o parecer 2019/70. Após aprovação deste comitê, o questionário ficou disponível na web, para que bailarinos da modalidade Jazz, pudessem ter acesso, responder e colaborar com a pesquisa. Dentre os resultados obtidos, foi possível observar que a lesão mais recorrente em bailarinos desta modalidade é a distensão muscular de posteriores de coxa. Mas há também incidência de lesões na lombar, tornozelos, além de uma diferença significativa em lesões de joelho entre homens e mulheres. Faz-se necessário outras pesquisas, com amostras maiores e análises mais detalhadas, para compreender se não houve influência de outras modalidades e/ou atividades extras nas lesões presentes.

Publicado
2020-12-14