artigo Infarto Agudo do Miocárdio (IAM)

  • SUSANA PEREIRA DA LUZ CENTRO UNIVERCITÁRIO UNIGUACU
Palavras-chave: miocárdio; manifestação; fluxo arterial.

Resumo

 

 

RESUMO: O infarto agudo do miocárdio é uma síndrome clínica resultante do fluxo arterial coronário deficiente para uma área do miocárdio, ocasionando morte celular e necrose. É caracterizado por dor precordial intensa e prolongada semelhante a angina pectoris, porém são mais intensas as alterações eletrocardiográficas agudas, e o aumento do nível de certas enzimas e outras proteínas séricas. O infarto é ocasionado por uma placa rica em lipídios, que ao se romper promove ativação plaquetária e formação de um trombo que pode ocluir totalmente a artéria coronariana (IAM do tipo supra de ST), ou levar a sub-oclusão vascular (IAM não supra de ST), podendo ocasionar dor torácica ou morte súbita. A maioria das mortes do infarto agudo do miocárdio (IAM) ocorre nas primeiras horas de manifestação da doença sendo 40% - 65%, dos casos nas primeiras e aproximadamente 80%, nas primeiras 24 horas. Assim a maior parte das mortes por IAM, acontece fora do ambiente do hospital, geralmente mais frequente de parada cardiorrespiratória nas primeiras horas do IAM, é a fibrilação ventricular. Durante a fase aguda do infarto do miocárdio pode ocorrer o desenvolvimento de insuficiência cardíaca, que é pior prognóstico a curto e longo prazo. Os sinais clínicos de insuficiência cardíaca usualmente envolvem presentes de taquicardia, desconforto respiratório, pulsos finos, diminuição da perfusão periféricas com extremidades frias e oligúria, podendo aparecer uma 3º bulha e estertores pulmonares. Os estertores podem atingir campo médio e ápices pulmonar. A pressão arterial pode inicialmente ser normal, com diminuição e convergência de pressão à medida que o quadro progride. Avaliações repetidas da ausculta nos campos pulmonares são necessárias na fase aguda do infarto. O aparecimento do sopro transitório e insuficiência mitral (disfunção de músculo papilar) ou de comunicação interventricular deve sempre ser procurado especialmente durante dor precordial. Em pessoas idosas, o aparecimento de agitação ou confusão mental estar associado a desenvolvimento de insuficiência cardíaca congestiva, assim como muitas vezes, provocar alterações confusionais.

Publicado
2020-12-14