SÍNDROME DE TAKOTSUBO: A SÍNDROME DO CORAÇÃO PARTIDO

  • Alexandre Navero dos Reis USCS - Universidade Municipal de São Caetano do Sul
  • Aline Paterlini Araújo dos Santos
  • Mariane Higa Shinzato
  • Andressa Higa Shinzato
  • Daniela Silva Galo
  • Fernanda Kobayashi Higa
Palavras-chave: Síndrome de Takotsubo, balonamento apical transitório do ventrículo esquerdo, cardiomiopatia induzida por estresse, síndrome do coração partido, dor retroesternal.

Resumo

A síndrome de Takotsubo é uma cardiomiopatia induzida por estresse e consequente ao aumento de catecolaminas. Essa patologia mimetiza o infarto agudo do miocárdio (IAM) nos aspectos clínicos, eletrocardiográficos e laboratoriais, entretanto sua patofisiologia não está relacionada com a obstrução arterial ou ruptura de placas. Ocorre devido a uma disfunção transitória do ventrículo esquerdo. O diagnóstico requer uma angiografia coronariana com ventriculografia e a exclusão de outros diagnósticos diferenciais, como o IAM, feocromocitoma e miocardite. O tratamento inicial é o mesmo suporte hemodinámico, realizado em casos de IAM. O prognóstico é favorável, entretanto pode evoluir para complicações como a insuficiência cardíaca e choque cardiogênico. Este trabalho busca esclarecer essa síndrome, importante no diagnóstico diferencial do IAM, mas cuja conduta fora do quadro agudo não deve ser seguida como no caso de um infarto.

Publicado
2020-12-14