APLICABILIDADE DA ERGONOMIA EM SERVENTES DE PEDREIRO NA ATIVIDADE DE REBOCO DE PAREDES: UM ESTUDO DE CASO.

  • Ricardo Germano Efing Uniguaçu
  • Luiz Felipe Montipo
Palavras-chave: postura, ergonomia, obras de pequeno porte, servente de pedreiro.

Resumo

O mercado da construção civil demanda uma alta qualidade e rapidez na execução das obras, caracterizado como trabalho pesado, com alta incidência de acidentes de trabalho. Em obras de pequeno porte, onde têm-se menos colaboradores para a execução de diversas atividades, agrava o fato e impede-os de se especializarem em determinada atividade, de forma mais segura e ergonômica para executá-la. A execução das tarefas, pelos operários da construção civil, exige um grande esforço físico de várias partes do corpo e a postura inadequada, por um longo período de tempo, pode desenvolver deformações permanentes. Sendo assim, esta pesquisa procurou fazer uma análise ergonômica, sobre a atividade do servente de pedreiro durante a execução da atividade de reboco de paredes, com o intuito de propor melhorias ergonômicas para atenuar os problemas encontrados. Foi visitada uma obra de pequeno porte na cidade de Paula Freitas (PR), onde as práticas construtivas são homogêneas com as executadas na região do município. Foram observadas as posturas, movimentações e carregamentos de pesos que os colaboradores executam durante a realização da atividade proposta, para fins da análise postural, foram feitos registros fotográficos. Com a observação da execução das atividades in loco, várias posições inadequadas foram observadas, as quais explicam as muitas queixas dos trabalhadores após a execução da atividade de reboco, como dores nas costas, nos ombros. Os trabalhadores relataram que nunca tiveram nenhuma intervenção ergonômica em trabalhos anteriores, portanto, o problema das dores é recorrente, e afeta gravemente os mesmos, por vezes até os afastando do trabalho por alguns dias. constatou-se que as obras de pequeno porte não oferecem condições ergonomicamente adequadas aos colaboradores, principalmente o servente de pedreiro, que é o foco desse estudo.

Publicado
2021-03-15