ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE: ATENÇÃO AOS ADOLESCENTES SOBRE AS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISS´ÍVEIS EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICIPIO DE SÃO MATEUS DO SUL - PR

  • Rodrigo Kuiava Jatczak UNIGUAÇU
Palavras-chave: Educação em saúde, Enfermagem, IST's, Infecções Sexualmente Transmissíveis, Adolescentes

Resumo

O risco de infeção por Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) por adolescentes é um grave problema para a saúde pública, devido a esta fase da vida ser caracterizada por diversas mudanças importantes físicas, mentais, sociais e culturais. Há outros fatores interligado a essas vulnerabilidades como o início precoce das relações sexuais e com o número de parceiros maior. A atuação do enfermeiro na educação em saúde visa demonstrar como os adolescentes podem reconhecer fatores de risco e terem o conhecimento sobre os aspectos de sua sexualidade, além de fortalecer o relacionamento entre profissional de saúde e o adolescente, público que só procura auxílio médico quando está doente. A pesquisa buscou identificar o conhecimento dos adolescentes sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis em uma escola pública no município de São Mateus do Sul – PR. 55,3% dos adolescentes relatam conhecer as IST’s, 36,8% relatam saber o que são, mas tem dúvidas e 7,9% relatam já terem ouvido falar, mas não sabem o que são as IST’s. ; referente onde ouviram falar, 81,6% na escola, 73,7 através de palestras, 50% na internet, 39,5% através da mãe, 28,9% através da televisão, 26,3% através de folders, 21,1% pelos amigos, 15,8% pelo pai e 13,2% através de jornais. Sobre as IST’s que os adolescentes relatam conhecer 100% conhecem HIV; 86,8% conhecem HPV; 78,9% conhecem a Sífilis; 76,3% conhecem Hepatite B; 52,6% conhecem a Gonorreia e 28,9% conhecem a Clamídia. Como conclusões percebeu-se que o enfermeiro deve desenvolver ações educativas para os adolescentes, contribuindo para uma conscientização sobre os riscos que as IST’s, fazendo-os reconhecer sinais de alerta, e a preservação da imagem, visto que muitos adolescentes iniciam sua relação sexual precocemente.

 

PALAVRAS-CHAVE: Enfermagem. Educação em Saúde. Adolescentes. Infecções Sexualmente Transmissíveis.

Publicado
2021-03-15