REFLEXÕES SOBRE A ADRENOLEUCODISTROFIA E O SOFRIMENTO HUMANO NA TERAPIA DE ACEITAÇÃO E COMPROMISSO BASEADO NO FILME: “O ÓLEO DE LORENZO"

  • Leticia Castilho Centro Universitário Vale do Iguaçu
  • Wellen Cristiny Levandoski
  • Estefani Alves Soares
  • Amália Beatriz Dias Mascarenhas
Palavras-chave: O Óleo de Lorenzo; Adrenoleucodistrofia; Sofrimento humano; Terapia de Aceitação e Compromisso;

Resumo

A presente pesquisa, foi elaborada pelas acadêmicas do 7º período do Curso de Psicologia do Centro Universitário Vale do Iguaçu, na qual propôs-se a análise do filme O óleo de Lorenzo, sob o enfoque da Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT), tendo como problema de pesquisa, o sentimento de culpa e o sofrimento humano dos genitores, advindo com o diagnóstico da doença do filho. Portanto, os objetivos deste estudo dentro do método dedutivo, se caracterizam por identificar e elencar na obra, a história de Lorenzo, portador da Adrenoleucodistrofia, bem como, discutir sobre possíveis topografias apresentadas pelos seus pais, para assim, propor uma possível intervenção sobre o viés da flexibilidade psicológica. Através de um olhar crítico do filme, foi realizado sistematicamente a análise fílmica, utilizando, para tanto, levantamentos bibliográficos sobre o tema, publicados em meios escritos e eletrônicos, sob uma visão qualitativa. Ademais, foi constado uma parcial flexibilidade psicológica dos personagens e a necessidade de manejo clínico e acolhimento psicológico da demanda em questão.

Publicado
2021-06-28