ANÁLISE DE UMA PERSONAGEM VITIMA DE ABUSO SEXUAL DA MINISSERIE “INACREDITÁVEL” PELA PERSPECTIVA DA TERAPIA COGNITIVA-COMPORTAMENTAL

  • Diana dos Anjos Uniguaçu
Palavras-chave: Terapia Cognitiva-Comportamental; Comportamento; Abuso sexual; Filme.

Resumo

Pela perspectiva da Terapia Cognitiva-Comportamental (TCC), que compreende que a percepção do indivíduo sobre si mesmo e sobre o mundo é influenciado pelas crenças e pressupostos desenvolvidos no decorrer da vida, esse artigo tem como objetivo realizar uma análise e conceituação cognitiva de uma personagem vítima de abuso sexual. Foi utilizado como objeto de estudo a minissérie “Inacreditável” disponível na Netflix. A estrutura bibliográfica é composta por artigos encontrados no Google Acadêmico, no portal da SCIELO, trabalhos publicados em revistas científicas e livros com o tema em questão. Levando em consideração a história de vida conturbada da personagem, o evento traumático da violência sexual desencadeou a ativação de crenças nucleares constituídas anteriormente em suas experiências, as quais associam-se se a crenças de abandono e de desamparo e evidenciou as crenças subjacentes de “mentir” e “resolver a situação sozinha”. Como forma de lidar com a crença, demonstrou possuir uma distorção cognitiva relacionada ao filtro mental e expressou como estratégia de enfrentamento a resignação, se isolando. Dito isso, para o tratamento em casos de abuso sexual a abordagem da TCC tem comprovação cientifica da eficácia, em formato individual ou grupal, e incorpora estratégias de intervenção que foca no alívio de sintomas específicos.

Publicado
2021-06-28