A IMPORTÂNCIA DE TREINAMENTOS DE PRÁTICAS EDUCATIVAS PARENTAIS: UM RECORTE DE INTERVENÇÕES NO BRASIL

  • Maria Loreana Sobanski Centro Universitário Vale do Iguaçu
Palavras-chave: Práticas Educativas, Interação Familiar, Desenvolvimento Infato-juvenil, Orientação de pais

Resumo

A família possui uma grande influência sobre o desenvolvimento da criança, pois é o primeiro e mais importante ambiente de socialização da mesma.Decorrente das pesquisas realizadas na área, atualmente, as intervenções frente aos problemas de comportamento infantis, cada vez mais, vêm sendo feitas sob o formato de tratamento combinado, ou seja, têm incluído tanto as crianças como os pais, ambos sendo os focos da intervenção. No treinamento de pais, a ideia implícita é que, algum tipo de déficit nas habilidades próprias do papel parental é, ao menos parcialmente, responsável pelo desenvolvimento e/ou a manutenção dos problemas de comportamento apresentados pela criança. O objetivo do presente artigo é descrever características dos grupos de orientação de práticas educativas parentais, bem como, a importância dos mesmos na melhora da qualidade da interação familiar. Para tal, o método utilizado será revisão bibliográfica. Os resultados encontrados foram que, treinamentos de práticas educativas parentais podem ajudar os pais instrumentalizando os mesmos, ao ensinar práticas que podem proporcionar a melhora a interação familiar, visto que, proporciona troca de experiências, buscando assim, aprimorar o autoconhecimento, esclarecer dúvidas e contribuir para as dificuldades e vulnerabilidades encontradas na família. Assim, conclui-se que, quando o problema central envolve interação pais e filhos, os resultados do treinamento têm sido positivos, porém, ainda são necessárias mais pesquisas na área que busquem identificar e avaliar as variáveis contextuais envolvidas.

Publicado
2019-07-30